Skip to main content

Será que o que sinto é apego, e não amor?

Você ficou com aquele carinha que você tanto queria. Vocês estão saindo. Você sente que a relação está progredindo. Você comemora, afinal, você estava ansiosa para sair dessa situação que não aguentava mais, estar solteira. Aquele frio na barriga toma conta da sua vida. Eis então que surge uma dúvida, e você pensa: “estarei amando ou estarei muito apegada a ele?”. Já faz tanto tempo da última vez que você sentiu o que era amor que já não sabe mais separar uma coisa da outra. Isso pode custar caro para o seu astral, para a sua rotina e para o seu relacionamento. Agora, você vai sair dessa, chiquita! Deixa o apego de lado!

Bora lá!

  1. Você é egoísta

Você quer ter a companhia dele a todo momento, sem importar o amanhã. Não importa se você vai à uma festa ou à um enterro, onde quer que você vá, você se sente sozinha sem ele. É como se alguma coisa estivesse faltando em sua vida. E a palavra que mais reverbera dentro da sua cabeça é incompleta. É assim que você se sente sem ele. Basta você ouvir a voz dele, ou vê-lo que sua vida começa a fazer sentido, tudo se encaixa e os planetas voltam a entrar em órbita.

 

  1. Você se sente sozinha

Da mesma forma que sem ele, você está incompleta, você também está sozinha. Não importa se você tem sua família ao seu redor, todas suas amigas ou a torcida do Flamengo ao seu lado. Você estará sozinha sem ele. Tudo o que você faz, não há sentido. A praia perde o Sol, o suco perde o gosto e a comida, o sabor. Tudo é horrível.  Sempre falta alguma coisa. Solidão, solidão, solidão.

Me sinto só, Márcio! Será apego?

 

 

  1. Você é ansiosa

Ok, a ansiedade é algo comum no ser humano, em nossa atualidade. Só que quando você está com ele, você sente confiança, bem-estar, sente que seu mundo parou para vocês se amarem. Quando você está sem ele, a ansiedade vem em uma velocidade incrível e não para mais. É só ele ir embora para o medo voltar com força total.

“E se ele não voltar, Marcinho?”

Se ele não voltar, quem ganha é você. Para que você vai querer ficar com alguém que não quer ficar com você?

 

  1. Você é controladora

Você manda mensagem o tempo todo? Quer saber onde ele está, o que está fazendo, com quem foi, com quem vai, a que horas volta, quem estava ou estará lá? Quer saber também onde é esse lá? Querer controlar o seu “amado” é uma forma de apego. Ninguém controla ninguém. Você tem a falsa sensação de controlar as pessoas. Só que isso é péssimo para você e para o seu relacionamento. É melhor sair dessa antes que seja tarde para você.

 

  1. O sentimento acaba

Talvez o indicio mais fácil de ser percebido, exceto pelo costume que se tem de viver a dois. Muitas vezes, nos acostumamos com a pessoa ao nosso lado que não percebemos que, na verdade, nunca amamos de fato a pessoa ao lado. O que sentimos o tempo todo era apego. Se for apego mesmo, você só irá perceber quando se distanciar da pessoa mesmo. Porque enquanto vocês estiverem perto, ainda que o relacionamento seja tóxico, pode passar despercebido. Muitos relacionamentos tóxicos parecem lindos e perfeitos. Mas falaremos disso outro dia.

 

Se você está se sentindo como descrito acima, sinto lhe dizer que você está apegada ao seu “amor” e não está amando o seu “apego”. Rever o seu relacionamento agora irá ajudar a evitar grandes problemas futuros.

 

Quer saber o tipo de mulher que você é no relacionamento?

Ouça o SentimentoCast abaixo para aprender como Desapegar em 05 passos simples!

 

Bora Ser Feliz!

Márcio Câmara

Ajudo você a ser uma Mulher Segura e a tomar decisões acertadas para viver feliz no amor, no relacionamento, sem medo de ficar sozinha. Também participo do SuperEla, maior portal de empoderamento feminino do Brasil e do ParPerfeito, maior site de relacionamento do Brasil. Bora Ser Feliz?

Comentários no Facebook

Fez sentido para você? Deixe seu comentário. Gracias! ;)

%d blogueiros gostam disto: